segunda-feira, 28 de julho de 2014

RECORTES 53: SOMBRAS E ESCURIDÃO

Soprava. Brandia. Gritava. Uivava. E sofria... E matava. Morria.
Sem se dar conta, insuspeito da própria dor.
Descrente se debatia.
Vociferava pavor.
Recolhia-se no recanto. No recorte escolhido do ardor.
E no amor fugia sem repouso. Ou gozo.
Sem pranto. Só gemidos tímidos. E lágrimas...
Vão sofredor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário